terça-feira , 21 novembro 2017
Início >> Nossas ações >> Félix Robatto é atração da 4ª edição do Boulevarte, em novembro – Belém (PA)

Félix Robatto é atração da 4ª edição do Boulevarte, em novembro – Belém (PA)

cabecalho-boulevarte

 

Quem está ansioso para viver mais uma edição do Boulevarte não precisa esperar muito: no próximo dia 6 de novembro, a Praça dos Estivadores volta a ser ocupada por música, arte e muita criatividade dos nossos empreendedores criativos. No entanto, a quarta edição tem uma novidade: o sábado, dia 5 de novembro, será voltado para discutir o cenário da economia criativa em Belém e as possibilidades para empreendedores, com palestras de representantes da Rede de Economia Criativa Brasil.boulevarte-rose-e-andre

Rose Meusburger, presidente da Rede de Economia Criativa Brasil, e André Luiz Gomes Lira, Membro Associado do Programa Conexões Brasil da organização, irão palestrar, respectivamente, sobre Gestão de Empreendimentos Criativos e Caminhos dos Editais para Projetos de Economia Criativa. “A REC-Br tem como um de seus objetivos esclarecer sobre o conceito da Economia Criativa. Esperamos poder – junto aos empreendedores criativos locais – avançar nesses entendimentos possibilitando inovação para todos”, pontuou Rose.

“O Boulevarte é um evento significativo para o estado do Pará por propor diálogo, informação, difusão e fomento acerca do que vem sendo produzido e discutido no campo da Economia Criativa. Ainda mais, ao considerarmos a diversidade e riqueza simbólica manifesta em tudo que é oriundo deste Estado. Espero colaborar com o cenário paraense”, completou André Lira.

Assim, o projeto, que empresta o conceito de #CidadePrasPessoas para fortalecer a relação afetiva entre Belém e seus moradores, reforça a cada edição a valorização de trabalhos autorais de artistas da terra e estimula a produção independente na gastronomia, moda e artesanato.

Para Félix Robatto, que fará o show de encerramento do domingo, o evento é uma oportunidade. “Acho que vai ser bacana porque acabei de lançar um disco, então vai ser uma oportunidade lançar ele num lugar aberto, ao ar livre, onde vão ter pessoas de várias idades que vão poder assistir ao show, então acho que vai ser bem bacana”, opinou, que lançou recentemente o disco Belemgue Banger.

No palco principal, além de Félix, o Boulevarte traz shows de Delcley, Zimba Groove e Viviante Batidão. Na Tenda das Artes, quem faz a programação são os Notáveis Clown, Espoleta Blues e Renata Del Pinho.

boulevarte-clow

Portas abertas na cidade

A cidade e o que é produzido nela é a verve do Boulevarte e, por isso, a relação com os expositores é tão importante para o evento. Um exemplo disso é a presença seguida de Sylvia Gayoso, da Caboclarte, quase um amuleto de sorte da feira de economia criativa. “A Sylvia começou com a gente e cresce junto com a gente, de mãos dadas, e isso que é mais bonito”, destacou Ney Messias, idealizador do evento.

Para a empreendedora, o Boulevarte foi o início, mas cada edição é uma experiência diferente. “Na primeira fui com a cara e a coragem. A partir dali a Caboclarte começou. Cresci pela experiência, pelo conhecimento de outros expositores, você vai entendendo o mercado. A minha participação abriu portas para outros eventos. Na terceira edição eu já experimentei a oficina. É mais uma atividade lúdica. O Boulevarte é uma grande porta de visibilidade e status para marca”, afirmou.

A novidade que Sylvia experimentou na última edição, realizada em junho deste ano, foi a oficina de pintura para crianças. A atividade lúdica é a aposta dela para novembro. “Eu estou com uma expectativa muito grande. É algo que você não vê por aí, principalmente gratuita. Aí se os pais gostarem do que foi desenhado no papel, eles podem levar a camiseta com o desenho do filho, e isso é a evolução do meu produto. Quero somar meu produto de pintura artesanal mais a atividade lúdica da criança na camiseta”, concluiu.

Embora muitos expositores tenham cadeira cativa por marcarem presença desde a primeira edição, o Boulevarte sempre deixa os caminhos abertos para novos empreendedores criativos. É o caso da Marília Tupiassú, que estreia em novembro com a marca Hype. Ela falou sobre a expectativa de participação no evento e antecipou um pouquinho do que o público pode esperar dos seus produtos.

“Fiquei muito feliz por ter a oportunidade de participar. É um evento a cara da minha marca, que traz moda, cultura, diversidade. Confesso que estou ansiosa e um pouquinho nervosa, pois é um evento de grande magnitude e, como minha marca é nova no mercado, sei que vamos ter que caprichar nos produtos, na comunicação visual do nosso espaço e também no atendimento para conquistar o cliente que é o nosso foco principal”, pontuou Marília.

O Boulevarte tem o patrocínio da Celpa, das drogarias Big Ben, do Sistema Brasileiro de Televisão (SBT), e o apoio do Serviço Social da Indústria (Sesi).

Serviço:

A quarta edição do Boulevarte está marcada para os dias 5 e 6 de novembro. Na manhã do primeiro dia, sábado, serão realizadas as palestras com os representantes da REC Brasil. O segundo dia ocorre na Praça dos Estivadores, quando estarão disponíveis os produtos de mais de 50 empreendedores criativos e sete atrações culturais. O evento de domingo é aberto ao público.

Sobre Rose Meusburger

Veja também

Prá quem ainda não entende Economia Criativa – Segue um exemplo!

FECOMERCIO - Responsável pelo projeto SÃO PAULO. Qual é a sua? Entenda como a Economia Criativa pulsa na cidade de São Paulo.